Page 40

EH Abril - Maio 2013

relatório especial Desenho e inovação em mercados emergentes ou um posicionamento a nível global, até chegar à aquisição de uma marca nascente que se transforme em nova linha de produtos em outra empresa1. Assim, graças aos fenômenos da globalização e das feiras internacionais, começa-se a gerar esta possibilidade de vínculo entre mercados e culturas não tradicionais. Este jogo de variáveis indica uma tendência e cada vez é mais evidente que há um intercâmbio entre produtores da Europa e da América Latina que se comunicam com outros de, por exemplo, o Oriente Médio e a África. Segundo o indicado em um estudo desenvolvido por Ernst & Young, “Redefinir os negócios”, as economias do Brasil, da Rússia, da Índia e da China (BRIC) estão crescendo rapidamente e aumentaram a sua demanda pelos recursos do mundo, o que provoca uma alta nos preços dos bens de consumo em todas as suas categorias. As suas populações, enquanto isso, estão entusiasmadas pelo seu futuro e decididas a tirar o maior proveito possível mediante a educação e o trabalho. Ao contrário, as antigas economias da Europa e da América estão marginalizadas pelas suas deficiências educativas e problemas econômicos. Em 2020, estimaram na consultoria, o surgimento dos países considerados como subdesenvolvidos poderia ser a “chamada de atenção” que precisam os países desenvolvidos para forçarem-se a renovar o seu ponto de vista sobre o mundo e reavaliar as suas estratégias socioeconômicas. É importante ressaltar que, se é verdade que os mercados emergentes projetam- -se como muito prometedores, não são entidades homogêneas. Cada um conta com características e necessidades únicas que as companhias dos mercados maduros devem entender e preparar-se para enfrentar. Por exemplo, a economia da China depende muito da manufatura (de baixa margem), a da Índia dos serviços de tecnologia (de margem mais alta), a da Rússia da energia e a do Brasil da agricultura. A China e a Índia contam com muita gente, enquanto que o Brasil e a Rússia (e o Oriente Médio) têm muitos recursos. Os padrões de consumo também são muito diferentes2. A hora da inovação e dos usos do desenho As empresas que desenvolvem equipamento médico que não têm um grande potencial econômico costumam sair ao mercado com uma única linha de produtos e têm os seus esforços enfocados nela. Com estas limitações, é chave para poder concorrer nestes meios:  Chegar ao mercado em pouco tempo: os que têm mais potencial intensificam os seus recursos para desenvolver mais rápido e aproveitando os seus canais comerciais já afiançados. Os que têm menos recursos têm que fazer o mesmo trabalho, mas com muito mais esforço e otimização dos mesmos.  Avaliar a competitividade: desenvolvimentos a baixo custo, que sejam viáveis em termos industriais e sempre apontando para o nível de qualidade de escala global para conseguir ser competitivos. Injetar valor em cada ação é a premissa e, a partir daí, começam a desmembrar as arestas vinculadas à eficiência, competitividade e, como com menos recursos ser criativos para conseguir resultados aceitáveis pelos consumidores. Mesmo assim, em oportunidades, a noção de concorrência é vista de uma maneira muito limitada. Neste sentido, Porter3 propõe uma matriz de reflexão estratégica sistemática para determinar a rentabilidade de um setor em específico, com o fim de avaliar o valor e a projeção futura de empresas ou unidades de negócio. No modelo proposto para analisar uma cojuntura existem cinco forças que estão lutando, ao mesmo tempo, com os concorrentes diretos e também estão em uma luta pelos benefícios com um conjunto mais amplo de concorrentes: 1) o poder de negociação dos clientes, 2) o poder de negociação dos fornecedores ou vendedores, 3) a ameaça de novos concorrentes entrantes, 4) a ameaça de produtos substitutos e 5) a rivalidade entre os concorrentes. E, dada a velocidade do mercado atual, como chega ao mercado um produto desenvolvido e pensado como uma inovação com baixos recursos? Inicialmente, esse produto chega devido a características técnicas, funcionais ou por peculiaridades próprias do produto. Enquanto isso, por atrás deste processo a marca vai sendo construída. Neste sentido, o quadro diretivo analisou  24-HR ABPM Um Valor Excepcional no Monitoramento Ambulatório da Pressão Arterial Configuração e Operação Simples// A programação desde uma tela única, a tecnologia oscilométrica e a operação com um só botão permitem uma eficiente instrução e configuração no paciente. Desenho Centrado no Usuário// A tolerância ao movimento e os braceletes para todo propósito “All Purpose Cuffs” de SunTech promovem a comodidade e o cumprimento do paciente, dando como resultado dados confiáveis a primeira vez, com um menor número de leituras falidas e de estudos repetidos. Análises e Relatórios Flexíveis// O software AccuWin Pro™ SE para Windows® oferece configuração, análise e relatrios flexíveis dos dados da PA de 24 horas. Escaneie este código para obter mais informação sobre o sistema de MAPA SunTech Bravo ou visite www.SunTechMed.com/hipertension. Entre em contato com o fornecedor: Código 20 36 abril - maio 2013 www.elhospital.com El Hospital_SunTech Medical 1.3 Ad.indd 1 3/12/2013 9:46:56 AM


EH Abril - Maio 2013
To see the actual publication please follow the link above